Ferrari F355 Spider 1998 é resgatada por um brasileiro

Publicidade

Uma Ferrari F355 Spider 1998 resgatada por um brasileiro e que já dobrou de valor, está dando o que falar. Anderson Dick é o gaúcho que mora em Atlanta, Geórgia, EUA e é dono da FuelTech. A empresa fundada em 2003 é referência em ECU´s e conhecida mundialmente pelas injeções programáveis de alta performance. Recentemente ele montou outro projeto muito interessante, em que modifica seu Corvete C8 2020. Instalou 2 turbos, fazendo a potência saltar para incríveis 1.000cv, mas com resultado “dócil”, a ponto de ser seu carro de uso diário.

Voltando a Ferrari F355 Spider 1998 resgatada, ela foi comprada no final de 2020 de um senhor de 85 anos. O modelo estava parado a quase 10 anos, em uma oficina perto da casa de Anderson. Ela tem registro de sinistro, depois de sofrer uma colisão dianteira, parcialmente reparada durante a tempo parada, além de problemas hidráulicos no câmbio automático de 6 marchas. Havia também um rasgo na capota e o seu mecanismo de abertura e fechamento não funcionava.

A Ferrari F355 Spider 1998 resgatada teve valor de negócio de US$ 31 mil e na primeira etapa ele investiu US$ 3,4 mil em peças. Só isso já fez ele receber 3 propostas para vender o carro e alega que venderia facilmente por US$ 70 mil, valor de mercado para esse modelo,mas a ideia de Anderson é ficar com o carro.

Motor retirado para troca das correiras

Todo o processo de recuperação do carro foi feito por Anderson e por amigos nos finais de semana e horários livres. Obviamente, com o carro parado a tanto tempo, a primeira etapa do processo foi uma profunda higienização interna e externa. Na sequência, o motor V8 3.5l foi retirado para a troca de todas as correias. Anderson explica que esse serviço custa em média US$ 10 mil em uma autorizada Ferrari, mas o custo dele foi de apenas US$ 1.4 mil referentes as peças usadas nesse processo.

A capota rasgada foi reparada e o sistema defeituoso simplesmente foi removido, o que diminuiu 20kg do peso do carro, e tornando a abertura e fechamento totalmente manual.

Uma questão delicada seria o problema da transmissão. Mas a solução foi simples e valorizou o carro em US$ 10 mil. Anderson encontrou outro dono de Ferrari com câmbio manual a procura de um kit para conversão para automático. Então as peças foram simplesmente trocadas entra eles. Agora o modelo resgatado tem cambio manual e se tornou mais valorizado.

Publicidade

Em seguida foi feita a instalação de kit turbo e obviamente, de uma injeção programável, que é a especialidade da empresa dele. A expectativa para esse upgrade é de que a potência chegue a 750cv, com o miolo do motor ainda original. Os planos ainda contam com troca de rodas e outras melhorias estéticas.

Todo o processo está sendo profundamente documentado no canal pessoal do Anderson Dick

Video do local onde a Ferrari estava. São dezenas de carros famosos e exclusivos espalhados pelo pátio:

E o inicio da saga do resgate do carro:

Siga-nos no Facebook e Instagram para ficar por dentro das novidades do mundo automotivo.

Publicidade