Chevrolet S10 Z71 – Conheça os prós e os contras da picape

Chevrolet S10 Z71 – Conheça os prós e os contras da picape
Chevrolet S10 Z71 – Conheça os prós e os contras da picape

A Chevrolet S10 Z71 é a versão que usa pela primeira vez o já conhecido pacote que é sinônimo de robustez nos Estados Unidos. O visual aventureiro bate de frente com a Ford Ranger Storm e a Nissan Frontier Attack, e está posicionada entre as versões LT de R$ 248.990 e LTZ de R$ 270.990. Com preço divulgado de R$ 260.490, fica abaixo da topo de linha High Country.

Visual diferenciado

A picape foi o primeiro lançamento da montadora desde o início da pandemia, o que significa que toda a criação do modelo foi feito de forma remota, o que não tira o mérito das 20 modificações que abusam do tema escuro.

São assim os faróis e lanternas, além de itens pintados de preto, como grade, logotipo, rodas e capas dos retrovisores. Nota-se os apliques nas caixas de roda e o santo-antônio tubular e funcional.

Motor 2.8 turbodiesel

Mesmo sem modificações mecânicas, o excelente motor 2.8 turbo diesel se destaca. Ele empurra a picape sem dificuldade com seus 200cv de potência e 51 kgfm de troque. O câmbio automático de 6 velocidades tem trocas suaves e nos tempos certos, o que ajuda no consumo de 8,7 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada.

Aptidão off-road

A Chevrolet S10 Z71 tem pneus Michelin LTX Force de uso misto, com ombros mais largos e 300g a mais de borracha. Eles não fazem diferença no uso urbano, mas podem tirar a picape de encrencas off-road com mais agilidade.

Direção

Hoje em dia as picapes ganharam muito mais agilidade para o uso urbano, diferente das características que as picapes da década de 80/90 entregavam. A Chevrolet S10 Z71 tem um diâmetro de giro apenas um pouco maior do que a Fiat Toro, garantindo mais facilidade nas manobras. Além disso, sua direção é leve e precisa.

Ajuste da suspensão

Nesse quesito também não houveram modificações, já que o conjunto é idêntico às outras versões mais baratas. Para os passageiros da frente, o conforto é garantido, enquanto os passageiros do banco traseiro sofrem as consequências da suspensão traseira com feixe de molas, o que inevitavelmente gera o efeito pula-pula. Mas o resultado não é diferente do esperado, e não tira pontos da picape.

Falta de conectividade

A Chevrolet surpreendeu o mercado quando incluiu o acesso a internet e a integração com os serviços Android Auto e Apple CarPlay no Onix e Onix Plus. Por alguém motivo obscuro, uma picape cara como a Chevrolet S10 Z71 não tem acesso aos itens, nem mesmo como opcionais. Para piorar ainda mais, a central multimídia tem apenas 7 polegadas, enquanto até a Fiat Toro tem o equipamento com 10 polegadas.

Equipamentos de série

Como se não bastasse a falta de uma central multimídia a altura da S10 Z71, outros itens encontrados até mesmo em carros de passeio e picapes menores não foram incluídos na picape topo de linha. Não há regulagem de profundidade do volante, acendimento automático dos faróis, ar-condicionado digital, sistemas de auxílio à condução e nem acesso por chave presencial e partida por botão.

O modesto pacote de itens de série inclui bancos de couro, vidros, travas e retrovisores elétricos, comandos de som no volante e controlador de velocidade.

Acabamento interno

Apesar de passar a impressão de uma picape esportiva, o acabamento interno da S10 Z71 é decepcionante. Plástico rígido é usado em larga escala e a qualidade das texturas dos acabamentos, no geral, são simples. Nem mesmo os emblemas da versão e as pseudo costuras na tampa do airbag do passageiro dirfarçam o material simples usado no acabamento da picape.

Projeto antigo

Já fazem 10 anos que Chevrolet S10 ganhou a última atualização completa de projeto, o que torna isso um ponto negativo. Mesmo ganhando constantes reestilizações e melhorias, isso acaba sendo pouco frente aos novos projetos de concorrentes que apareceram durante esse tempo, trazendo mais tecnologia e conjuntos mais atualizados.

Isso deve ser resolvido quando a nova geração chegar, já que está sendo desenvolvida em conjunto com a irmã americada  Colorado.

Preço alto

O calcanhar de Aquiles da Chevrolet S10 Z71 está no preço salgado. Os R$ 274.800 posicionam a picape bem acima das concorrentes diretas, como a Ford Ranger Storm de R$ 246.190.

Nesse post, o carro da F1 2022 em detalhes

1 comentário em “Chevrolet S10 Z71 – Conheça os prós e os contras da picape”

  1. Pingback: Alfa Romeo Tonale 2023, o primeiro SUV híbrido da marca - G4 Carros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.