Novas regras para os pitstops da F1
Novas regras para os pitstops da F1

O pitptop da F1 tem tido tempos cada vez menores, muitas vezes impactando diretamente no resultado de uma corrida mas também aumentando a probabilidade de acidentes. A FIA divulgou novas regras para pitstop que passam a valer a partir do GP da Bélgica. A diretriz técnica tem o objetivo de diminuir a velocidade das paradas nos boxes, definindo novos limites de tempo mínimo para os procedimentos.

Alguns procedimentos tem tempo mínimo de 15 segundos, além de um limite mínimo de 2 segundos entre as pistolas de ar saírem dos cubos de roda e a luz verde que libera a saída do carro dos boxes.

A Redbull teve as trocas mais rápidas de 2021, com 5 pit stops abaixo de 2 segundos até o momento. Além disso, foram os melhores em 8 das 11 corridas de 2021. A Mercedes é a segunda melhor, com resultado 1/4 de segundo mais lento do que a RedBull. As duas equipes serão as mais afetadas com as novas regras.

A Redbull se manifestou contra as novas regras para pitstop, com o chefe da equipe falando que “F1 é inovação e competição. Ver Pit Stops abaixo de 2 segundos é um feito notável e devemos encorajá-lo e não tentar controlá-lo, caso contrário, onde isso pode parar?”. Além disso, um conselheiro da RedBull alega que a Mercedes pode estar por trás das modificações. “Estão tão nervosos que tentam nos atrasar. Primeiro tivemos a asa traseira e agora eles rotularam nosso equipamento de pit stop como ilegal”.

Por outro lado, o mandatário da Mercedes-Benz, Toto Wolf, alega que não foi feito um pedido formal para que a RedBull fosse investigada, mas apenas esclarecimentos sobre os pitstops. Ele declara “três ou quatro semanas atrás, perguntamos a FIA sobre um mecanismo de segurança que estávamos usando e se isso poderia ser otimizado. Então, será que isso desencadeou mais alguma coisa? Pode ser…”

Problemas com pitstops rápidos demais

Em 2018 os 2 carros da Hass abandoram depois de problemas relativos ao pistop

No GP da Áustria do ano passado, Kimi Raikkonen perdeu uma das rodas numa reinicialização após a saída do safety car.

No GP do Bahrein de 2018, outro incidente com Kimi Raikkonen, dessa vez atropelando um mecânico após um erro de sinalização em que uma luz verde liberou o piloto antes do tempo.

Em 2013, na Alemanha, uma roda solta de Mark Webber se soltou, atingindo um cinegrafista que teve ombro e costelas quebradas.

Deixe uma resposta