Carro elétrico – O lado ruim que ninguém conta

Carro elétrico – O lado ruim que ninguém conta
Carro elétrico – O lado ruim que ninguém conta

O lado ruim que ninguém conta: O carro elétrico está em alta, um caminho sem volta em busca da redução das emissões, que vai garantir nosso futuro com menos poluição. Segundo estudo recente, um carro à combustão emite 150 gramas de CO2 por Km rodado, o que significa 3 toneladas de CO2 após 20 mil km.

Em comparação, um carro elétrico emite apenas 70kg de CO2 ao final dos mesmos 20 mil km.

Como características positivas podemos citar rapidamente a emissão zero de poluentes, silêncio, manutenção mais barata, baixo custo por quilômetro rodado e principalmente muito torque disponível a qualquer momento.

Como pontos negativos, ainda temos o preço alto, a baixa autonomia, a demora para recarga e a escassez de pontos de recarga.

Porém, há outras questões importantes nesse cenário que normalmente não estão em pauta e vamos analisá-las.

73 comentários em “Carro elétrico – O lado ruim que ninguém conta”

    1. Sempre existiu essa questão de desemprego, quando ocorre um evolução. Um exemplo disso, quando as montadoras implementaram robôs nas linhas de produção, ou terceirização a fabricação de peças, ou diminuição de seus custos como centralização das fábricas, projetos ” mundiais” tudo impacta na mão de obra. Mas isso nunca é destacado. Evoluir é preciso, se não, daqui a pouco as pessoas vão ter emprego mas não vão ter ar pra respirar.

      1. Vc já pesquisou quão Limpa é a energia elétrica dos países? Já pesquisou a reutilização e rendimento disso nas baterias velhas ? sabe como funciona um BMW i3 ? Sabe que ele poderia ter células de hidrogênio aí invés do motor de Scooter ?

      2. E já já vem o celular Tesla que vai revolucionar o mundo. O computador vai sumir. Ninguém vai precisar de computador pra nada com o celular Tesla.

    2. EDIMAR DE ABREU VARGAS

      Mais mineração no meio-ambiente para produzir baterias. As reservas naturais de cobalto e lítio estão concentradas em poucos países. 50% da reserva de cobalto está na República Democrática do Congo e 75% do lítio na Bolívia, Chile e Argentina. Sinceramente não acredito no carro elétrico como solução. Entendo que é o lobby de uma outra indústria que meramente muda a etapa (na produção) em que ocorrerá a poluição e danos ao meio-ambiente.

      1. Creso José Nolasco Lopes

        Carroelétrico é pura MÁFIA de um grupo que quer puder o povo. O resto é MENTIRA…..

    3. Se você pensar pelo lado figurativo de linguagem, as duas formas estão corretas. O termo “linha da morte” é muito usado na linguagem automotiva como descontinuidade de produção.

    4. A poluição vai só mudar o vetor. Acho que os veículos a combustão e elétrico deveriam viver juntos. Se metade dos veículos existentes no mundo forem elétricos, já está de bom tamanho. Nem vai sobrecarregar a produção de baterias e nem a produção de combustíveis fósseis.

      1. Perfeito seu posicionamento, até porquê existe perfil de uso para os dois modelos, e seria uma opçao a mais cado haja no futuro crise em algum setor.

    5. Nelson 8 jun 2022

      Os 2 carros acabam com a natureza, não adianta pagar propina pra um e outro falar bem disto ou daquilo, acho o elétrico mais destruidor da natureza, com a palavra os enólogos!

    6. Fábio Lúcio Barbosa

      Carros elétricos???. Movidos a energia Nuclear? Ou energia das TERMOELÉTRICAS. Trocando seis por meia dúzia? Isso ninguém fala.

  1. Pingback: Nuro R2 – O elétrico da Toyota & Google - G4 Carros

  2. Pingback: Carros elétricos existem desde 1900. Você sabia? - G4 Carros

  3. Pingback: Unidas vai investir R$ 370 milhões em carros elétricos - G4 Carros

  4. LEONARDO RODRIGUES CONGRO

    Elenco ainda alguns mais, pouco vistos ou debatido na imprensa especializada:

    1. Os meios de combate a incêndio veicular em carros elétricos, num país tropical em dias tão quentes…

    2. A rede de manutenção. A manutenção criativa (gambiarra) que pode existir (e vai), potencializando os riscos…

    3. Sistema de descarte ambiental das baterias veiculares e suas consequências ou mesmo sistema de troca e reposição por baterias novas daqui alguns anos.

    Enfim, carro elétrico, pra mim, ainda é o caro que sairá mais caro ainda no futuro, tanto pro bolso como ambientalmente depois…

    1. Se os automóveis não produzirem sua própria energia pra recarregar as baterias, vamos ter uma pane . Haja energia elétrica das distribuidoras. E o preço vai subir. A saída é melhorar os carros a hidrogênio…

  5. Pingback: Carros elétricos – vendas aumentam quase 100% - G4 Carros

  6. No caso do Brasil, e o preço da energia elétrica, se hoje ela já é uma das mais caras do mundo, imagine depois? Já pagamos taxa de escassez hídrica mesmo com tanta chuva e rios transbordando…sei não…

  7. Pingback: Nova BMW M3 Touring 2022 – Perua com 510cv - G4 Carros

  8. Pingback: Trilogia Grand Thief Auto é lançada para várias plataformas - G4 Carros

  9. Pingback: Nova Chevrolet S10 Z71 2022 - G4 Carros

  10. Pingback: Rolls-Royce Ghost Black Badge – Cor exclusiva e preço salgado - G4 Carros

  11. Pingback: Toyota bZ4X Concept - o primeiro elétrico da marca - G4 Carros

  12. Pingback: VW Polo 2022 - Visual renovado na Europa - G4 Carros

  13. Pingback: VW T-Roc 2022 – SUV do Golf explode as vendas - G4 Carros

  14. Pingback: Kers Wee – Elétrico nacional abaixo de R$ 100 mil - G4 Carros

  15. Pingback: Kanye West – Leiloa R$ 2,4 milhões em carros e separa de Kim Kardashian - G4 Carros

  16. Creio que se a pessoa tem grana pra comprar um carro elétrico ele deve ter pra comprar algumas placas solares e retirar a energia pra abastecer a bateria do carro do sol sendo assim acaba com os custo alto de combustíveis e ajuda o meio ambiente,

    Algumas centrais de abastecimento pra carro elétrico já estão investindo nas placas solares

  17. Paulo Cesar da Silva

    O carro elétrico vai ser uma solução temporaria com relação ao meio ambiente.pois futuramente o meio ambiente estará sendo grandemente abalado com a degradação da natureza devido ao grande extrativismo dos minerais e sinceramente não sei se é viável também pois a energia elétrica também produz danos ao meio ambiente .já se imaginou quando o mundo todo estiver usando caros elétricos o quanto mais as usinas terão que produzir mais eletrcidade .o custo será maior para todos os consumidores e isso sem falar na poluição causadas pelas baterias que forem sendo descartadas . enfim,eu não acredito nisso como solução para melhorar o nível de poluição ambiental mundial.acho que isso vem beneficiar uma pequena mas bem pequena mesmo, parte da elite que aparentemente está preocupada com o meio ambiente mundial,mas que na verdade querem é benefícios próprios.essa é a minha opinião e mais uma vez eu digo: não acredito nisso como solução pro futuro pois há muito que se desenvolver . só essa baixa autonomia e o tempo pra recarregar já é um problemão, aí é só ir vendo os demais .

    1. Antonio Lopes Romera

      Acredito que para diminuir a poluiçao por carros e necessario as pessoas circularem menos tem que haver colaboracao de empresarios contratar duncionario que mora proxino da empresa ou oferecer tranaporte coletivo o povo procurar os comercios perto de suas casas o prefeito construir mais estacionamento publico

    2. Totalmente concordo com vc P.A. a melhor opinião de todo o que li até agora.
      Só adicionar o seguinte, já existem tecnologias verdaderamente eco-viáveis: veículos a água doce, a água salgada e inclusive de auto-generação elétrica. Todo isso desenvolvidos por pessoas sem ligação com as elites dominantes. Mas são soluções que afeitam os negócios deles e que os fariam não só perder seus ganhos, mas principalmente o poder por trás do dinheiro. Quando alguém descobre uma maneira de fazer melhor as coisas eles ou compram a patente para afogar essa solução real ou atentam contra a vida dos seus inventores. Exemplo: a lâmpada eterna, os pneus inacabaveis e por aí vá. Conclusão, este mundo não tem jeito. Precisamos uma nova sociedade mundial libre das elites dominantes e dos políticos mentirosos e manipuladores.

  18. Acho que agora chegou a hora do motor brasileiro desenvido na escola tecnica parobe em porto alegre,por um estudante de eletronica. motoperpetuo este é o caminho esta pratcamente pronto para o teste.chamado de projeto Gaos.

  19. Pingback: Carro do Ano Global já tem os finalistas - G4 Carros

  20. Pingback: Carro elétrico vale a pena? Em quanto ele "se paga"? - G4 Carros

  21. Gostaria de ver um estudo com abordagem na revenda do veículo quando a bateria estiver velha. Nos países ricos atualmente, o carro com poucos anos vira sucata. Nos países como o Brasil o consumidor precisa do mercado de usados para adquirir um novo. Como vc mesmo mencionou a troca da bateria é totalmente inviável economicamente e tende a piorar. Então quem compraria esse carro com quase 10 anos( vida projetada da bateria) de uso a um valor aceitável? Entendo que a revenda vai ser extinta. Um exemplo foi o tesla que o dono explodiu por ser inviável a troca da bateria.

  22. Pingback: Os SUVs compactos mais valorizados em 2021 - G4 Carros

  23. Pingback: O preço dos 10 carros mais vendidos depois da redução do IPI - G4 Carros

  24. Pingback: A Gasolina sintética que não vem do petróleo e vai revolucionar o futuro - G4 Carros

  25. Pingback: Novo DeLorean 2023 ganha mais um teaser - G4 Carros

  26. Pingback: Fiat Toro tem aumento de até R$ 8 mil e perde vantagem do IPI - G4 Carros

  27. Pingback: Hyundai Ioniq 5 é eleito o Carro do Ano 2022 - G4 Carros

  28. Pingback: Ford Maverick 2022 - Primeiro lote começa a ser entregue - G4 Carros

  29. Pingback: Nissan Kicks E-Power entrega consumo de até 25km/l - G4 Carros

  30. Pingback: Deus Vayanne - Elétrico de 2.200cv chama a atenção no Salão de Nova York - G4 Carros

  31. Pingback: Ferrari 296 Gran Turismo Spider (GTS) - G4 Carros

  32. Pingback: Mercedes-Benz EQS SUV é o novo elétrico de 7 lugares - G4 Carros

  33. Pingback: Novo BMW Série 7 2023 tem até tela de cinema 8k a bordo - G4 Carros

  34. Pingback: Jeep Commander 1.3 Turbo – Consumo urbano e rodoviário - G4 Carros

  35. Pingback: Ford F-150 é confirmada para o Brasil - G4 Carros

  36. Francisco Carvalho

    O problema do desemprego nas produtoras/montadoras do carro elétrico não é se será à bateria ou não. O assunto é mais sério: as cidades não comportam um número tão grande de carros colocados à venda, pois o número deles crescem exponencialmente diariamente, porém as cidades continuam do mesmo tamanho.
    Esse problema já existe hoje, não se tendo tantos lugares assim onde se estacionar.
    As vendas já estão em quedas significativas principalmente por esse motivo. É uma boa sem retorno.

    1. Hugo jorge de paula

      Eu acho que todo carro tem que gerar sua própria energia, ser auto suficiente energia, uma bateria para acumular a energia, e você pode usar na sua casa.

      1. Eu acredito, que os carros do futuro, serão movidos a hidrogênio…
        É só uma questão de tempo e os carros que usamos hoje, se tornarão sucatas inviáveis (como os caminhões movidos a querosene)…

    2. O plobrema não e carros elétricos ou a combustão e que todos os dias são fabricados e vendidos mais a quanto tempo não se fas estradas, vamos ter carros mais não ter como andar vai ser só engarafamento….

  37. Manoel Rodrigues do Carmo Júnior

    Ninguém comenta, também, sobre o descarte das baterias depois do ciclo de vida útil do carro, além de uma questão bastante simples: já enfrentamos uma uma crise na geração de energia elétrica por utilizarmos uma matriz poluidora. Pois bem: de onde virá a energia elétrica necessária para abastecer toda uma frota de milhões de novos veículos elétricos? De termoelétricas a petróleo e/ou gás? Vamos continuar a poluir ou toda a matriz mundial de energia elétrica também passará, no mesmo prazo de troca da frota, para fontes não poluentes? Não creio…

  38. Manoel Rodrigues do Carmo Júnior

    Creio que o padrão de descarte dos veículos usados, como ocorre nos países mais desenvolvidos como EUA e na Europa, será o padrão em todo o mundo, com o uso de mais recursos naturais e de energia para a reciclagem. O carro não será mais utilizado além da vida útil das baterias. Vai virar sucata ao fim de dez anos, sem chances de reutilização.

  39. Pingback: Honda ZR-V é o SUV do Civic, confirmado para o Brasil - G4 Carros

    1. SILVIA CRISTINA ARANTES

      Ebréia ,
      Você está comentando na postagem errada.
      Procure uma onde o tema seja : Encontre os Erros de Português. 😉

  40. Pingback: Como funciona um carro elétrico? Veja respostas para as pergunta mais comuns. - G4 Carros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.