Falha do Auto Pilot coloca donos de Tesla em risco

Recentemente o sistema de condução autônoma da Testa apresentou várias falhas, colocando em risco seus usuários

Agora, mesmo após as últimas atualizações,  ele continua com falhas graves

O bug causa frenagens desnecessárias mesmo sem estar próximo a outros veículos, podendo  causar acidentes em virtude da imprevisibilidade das frenagens

Conhecida como “frenagem fantasma”, a falha se agravou após a última atualização do programa, que ainda está em fase beta.

A Administração Nacional de Segurança de Tráfego Rodoviário (NHTSA), responsável pelas leis e diretrizes de trânsito nos Estados Unidos já emitiu comunicado de alerta.

"Acumulamos 15 mil quilômetros no carro e tivemos experiências horríveis com o controle de cruzeiro, que apertou forte os freios sem motivo aparente e sem carros ou pessoas passando à frente”

. “O comportamento pode ser desacelerações de 15 km/h e 20 km/h ou, em alguns casos, pressão de freio completa, o que nos coloca em perigo de colisões com o veículo de trás", disse a NHTSA.

Os usuários da Tesla declaram que o problema se intensificou a partir do uso exclusivo do conjunto de câmeras Tesla Vision para monitoramento do trânsito.

Antes, o processo envolvia os radares Lidar e similares, mas a Tesla declara que não vai voltar aos equipamentos antigos, e vai melhorar o sistema atual