Reviravolta no caso Verstappen x Hamilton

O Gp São Paulo teve um episódio controverso envolvendo Max Verstappen e Lewis Hamilton na volta 48. 

No final da reta oposta, Hamilton avançou sobre Verstappen, mas ambos saíram da pista.

Com as imagens transmitidas ao vivo para o mundo inteiro, as opiniões foram divergentes e não houve punição para Verstappen.

Porém, surgiram agora as imagens on board do carro de Verstappen, que deram uma perspectiva mais clara.

As imagens deixam claro que Verstappen espalhou propositalmente o carro na curva da Descida do Lago.

A manobra não deu alternativas a Hamilton a não ser sair da pista, junto com o próprio Verstappen.

A falta de punição provocou a fúria de Toto Wolff, chefe da Mercedes, que esbravejou contra a decisão da FIA.

Agora, a Mercedes está pedindo que a FIA faça a revisão do caso, com base nas imagens indisponíveis no momento da avaliação.

“A Mercedes F1 confirma que hoje fez um pedido do Direito de Revisão sobre o Artigo 14.1.1, disponível no Regulamento Esportivo Internacional, em relação ao incidente da curva 4 entre os carros #33 e #44 na volta 48 durante o GP do Brasil de 2021.”

Michael Masi, diretor de provas da declarou:  “A câmera frontal, a de 360° e todos os ângulos de câmeras que não pegamos ao vivo serão baixadas e vamos analisá-las”