Peça de 600 kg do foguete SpaceX cai perto de casa no Paraná

Os moradores de uma propriedade rural em São Mateus do Sul, da região sudeste do Paraná, encontraram o que especialistas apontam como um pedaço do foguete Falcon 9, da SpaceX

O objeto foi encontrado ontem, no terreno do casal João Ricardo Pacheco e Joseane Maria Franco

A peça estava a cerca de 50 metros da casa onde eles moram e a 30 metros da rodovia às margens da chácara. O material de quase 600 kg e cerca de quatro metros de comprimento intrigou o casal

"Quando vi a peça caída no chão, achei que era uma barraca e fiquei bem assustado. Nunca tinha visto isso antes

Por aqui, é tudo muito inédito. Imagina se isso cai em cima da minha casa? O estrago ia ser muito grande", disse Pacheco, a Tilt

"Na terça-feira a gente ouviu um barulho muito grande, parecia zinco caindo. Fez o barulho, parou e não conseguimos descobrir o que se tratava, já que estava chovendo. Só ontem descobrimos o que era", acrescentou ele

Na semana passada, houve o registro da desintegração de um foguete da SpaceX que passou pela região de Altônia e São Mateus do Sul

"Inicialmente, a gente achava que não se tratava de lixo espacial, por se tratar de um material muito fino e grande, que não suportaria o calor submetido pela atmosfera

Mas depois analisamos os outros estágios do foguete, que tinham semelhanças com esse objeto encontrado em São Mateus do Sul", explicou o diretor técnico da Rede Brasileira de Observação de Meteoros, a Bramon, Marcelo Zurita, ouvido por Tilt

A peça é feita de uma liga de nióbio e titânio, que garante à estrutura uma resistência adicional às altas temperaturas, o que explicaria o fato de ela ter resistido à reentrada atmosférica

"Na semana passada, quando houve essa reentrada do foguete na atmosfera a gente acreditava que os fragmentos tinham caído no mar. Esse caso surpreendeu

A possibilidade de uma parte de foguete atingir uma área é muito remota, já que grande parte do planeta é coberta de água e há muitas partes desabitadas. Já registramos vários casos no Brasil, mas é um fato muito incomum", afirmou Zurita

O lixo espacial faz parte do segundo estágio do Falcon 9, lançado em 19 de dezembro do ano passado da Base da Força Espacial dos EUA, na Flórida

De acordo com a Bramon, é um equipamento fabricado na França e de propriedade da operadora turca Turksat, desenvolvido para fins militares e comerciais

Após cumprir sua missão, o foguete permaneceu em órbita da Terra até o dia 8 deste mês, quando reentrou na atmosfera às 4h36 da madrugada, cruzando os céus de Santa Catarina e Paraná

Depois que o objeto cai, a peça não causa mais riscos. O material ainda está no mesmo local em que foi encontrado e disponível para novas análises

A Força Aérea foi procurada para comentar o assunto, mas informou que apura o caso e que deve se manifestar em breve

Cartão Nubank Ultravioleta Conheça todas as vantagens

Carro elétrico O lado ruim que ninguém te conta

Acompanhe seu horóscopo todos os dias