Carros

Lucas Lucco mostra a Saveiro que comprou de Marilia Mendonça

Marilia Mendonça e Luccas Lucco
Marilia Mendonça e Luccas Lucco

Lucas Lucco usou seu Instagram para publicar uma homenagem a Marília Mendonça, falecida na última sexta-feira (5). Em uma série de stories, o cantor mostra com muito carinho a VW Saveiro repleta de som de competição que era da amiga. Ele comenta:  “Mostrar uma coisa para vocês aqui. Você vê como são as coisas. Essa saveiro de som que eu tenho aqui em casa, a Marília vendeu na pandemia e ela veio aqui para casa. Sempre que eu olhar para a garagem agora, como se eu não fosse lembrar, mas vou lembrar da Marilinha, ela adorava carro de som, rebaixado”.

A morte da amiga causou uma reflexão no sertanejo, relembrando momentos de dificuldade em viagens. Ele desabafa: “Quantas vezes eu e minha equipe já corremos risco. Foram muitas vezes que tive que sair correndo de um show para o aeroporto ou para outra cidade e vi o motorista dormindo ao volante sendo vencido pelo cansaço. Tempestades muito fortes em viagens feitas em aviões de pequeno porte. Por pelo menos duas vezes, as turbulências eram tão fortes que eu comecei a orar achando que não iria passar daquele dia”.

A jovem estrela da música sertaneja morreu aos 26 anos, na queda do avião bimotor, que levava a cantora até Caratinga (MG), onde ela faria show no final de semana. No acidente também morreram a tripulação, Geraldo e Tarciso, assim como o tio da cantora, Abicieli, e seu produtor, Henrique Bahia.

O cantor seguiu a sua homenagem com esse post, onde mostra uma música feita com carinho para a amiga Marília Mendonça:

Escrevi essa música em homenagem a querida Marília, Silveira, Henrique, Geraldo e Tarciso. Usei os nomes das músicas dela como inspiração e eu espero que ela consiga traduzir nossos sentimentos diante desse acontecimento tão inesperado.

Letra:

Ouço sua voz EM TODOS OS CANTOS

Mas onde vc tá?

Hoje o dia acordou SEM SAL

E todo mundo tá sofrendo igual

Todo mundo todo mundo vê

Todo mundo todo mundo vê

A ESTRELINHA vai brilhar

Em outro lugar

Tempo INFIEL nem pra avisar

Mas…

Deus é quem vai cuidar

Ah, como é que eu vou superar?

Pra sempre virou nunca

Me diz DE QUEM É A CULPA?

Ah, não quero acreditar

Que a vida é um sopro mesmo

É frágil como GRAVETO

Como é que eu vou superar?

Deixe uma resposta