SUV Toyota Yaris Cross confirmado para o Brasil

SUV Toyota Yaris Cross
SUV Toyota Yaris Cross

A linha de compactos híbridos flex da Toyota é composta por Corolla hatch e sedan. O CEO da Toyota para América Latina e Caribe, Masahiro Inoue, confirmou que a montadora quer expandir a linha e um híbrido Flex menor e mais barato está nos planos.

“A Toyota, mundialmente, vai oferecer produtos eletrificados, seja híbrido, híbrido plug-in ou com célula de combustível. No Brasil teremos um carro pequeno com tecnologia híbrido flex”, disse Inoue.

O SUV Toyota Yaris Cross está em fase de tropicalização e será fabricado em Sorocaba, São Paulo, o que deve acontecer em 2024. O processo envolve a adaptação da nova plataforma TNGA-B, uma versão compactada TNGA-C usada nos Corolla e já usada nos Yaris e Yaris Cross europeus, além do novo Toyota Aqua japonês.

Essa nova plataforma TNGA-B faria sua estreia no SUV Toyota Yaris Cross no Brasil. Em 2025 será usada na nova geração do Toyota Yaris nacional, que seria o último modelo brasileiro a ganhar uma versão híbrida.

Quando for lançado, o SUV Toyota Yaris Cross já chega reestilizado na comparação ao modelo europeu, a batendo de frente com Chevrolet Tracker, Honda HR-V, Hyundai Creta, Jeep Renegade, Nissan Kicks, VW T-Cross e qualquer outro estreante que surgir até lá.

Enquanto as montadoras correm para desenvolver produtos 100% elétricos, a Toyota se posiciona dando ênfase nos modelos híbridos. O CEO da montadora acredita que os híbridos flex são os mais adequados para a realidade brasileira.

 “Há a preocupação com a recarga, questão que pode estar resolvida na Califórnia ou na cidade de Xangai. Em países como o Brasil, entretanto, ainda não é possível ter uma estrutura ampla de carregamento de baterias. Por isso a aposta no híbrido flex para o mercado brasileiro”, explica Inoue. “O Brasil adotou o etanol há 40 anos, é praticamente carbono neutro, as emissões aparecem apenas na hora de produzir o combustível. Temos que aproveitar a tecnologia que já existe no país, não adianta investir muito dinheiro para produzir baterias.”   

Nesse post, a nova Toyota Hilux GR Sport que chega no segundo semestre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.