Carros

Bugatti é vendida para a Rimac

Bugatti é vendida para a Rimac,
Bugatti é vendida para a Rimac

A montadora francesa Bugatti é vendida para a Rimac, startup especializada em carros elétricos. A operação foi anunciada mas ainda precisa ser homologada. A centenária montadora de superesportivos passa a ser controlada pela joint venture.

O recém formado grupo tem a Rimac como acionista majoritário com 55% do controle, além participações de Porsche e Hyundai Motor Group. Todo o desenvolvimento, produção e fornecimento de sistemas de bateria, transmissão e outros componentes para sistemas de propulsão elétrica para os projetos da joint venture ficam a cargo de uma nova empresa, a Rimac Technology. Ela é 100% da Rimac mas vai trabalhar de forma independente, fornecendo para várias outras montadoras.

Sobre a união das marcas, o presidente do conselho executivo da Porsche, Oliver Blume, menciona que os novos produtos serão produzidos “unindo a forte experiência da Bugatti no negócio de carros hiperesportivos com a tremenda força inovadora da Rimac no campo da mobilidade elétrica”

Mate Rimac, fundador e CEO da nova empresa alega que a união das empresas é um marco histórico para a montadora. “Nem posso dizer o quão animado estou com o potencial dessas duas marcas combinando conhecimento, tecnologias e valores para criar alguns projetos verdadeiramente especiais no futuro”, mencionou o executivo.

Inicialmente, a joint venture que acabou de ser anunciada deve se dedicar a dois projetos, dando continuidade na produção dos dois carros chefes de cada marca. Um deles é o Bugatti Chiron, com seu icônico motor W16 de 1.500 cv de potência e 420 km/h de velocidade máxima. O outro é o recém lançado Rimac Nevera, um hipercarro elétrico com bateria de lítio/manganês/níquel em forma de H, com 120 kWh. A unidade gera 1.940 cv de potência, com 240,6 kgfm de torque e autonomia de 547 km. Ele vai de de 0 a 100 km/h em 1,85 segundo e chega aos 300 km/h em 8,6 segundos, com velocidade máxima é limitada em 412 km/h.

Se a Bugatti é vendida para a Rimac, é evidente que os novos projetos da nova montadora devem incluir um hipercarro elétrico da Bugatti, desenvolvido com a tecnologia da startup. Ainda não há mais informações sobre os planos da Bugatti Rimac, mas rumores apontam também para o desenvolvimento de novos superesportivos híbridos trazendo o emblema da tradicional marca francesa.

Siga-nos no Facebook e Instagram para ficar por dentro das novidades do mundo automotivo.

Clique em PRÓXIMO e veja mais

Deixe uma resposta