Nissan Magnite
Nissan Magnite

Nissan prepara a vinda do seu modelo mais barato para o mercado brasileiro

O Nissan Magnite já é um sucesso no mercado indiano desde a sua apresentação em outubro no ano passado e vem para o Brasil para ser o novo modelo mais barato da Nissan no nosso mercado, com a aposentadoria do March no final do ano passado.

O modelo é um SUV subcompacto que será posicionado abaixo do Kicks, com medidas de 3,99 m de comprimento, 1,76 m de largura, 1,57 m de altura e 2,50 m de distância entre-eixos. O modelo tem o tamanho de um hatch, e comparando com um Renault Sandero, é 8cm mais curto, 2cm mais largo e tem 9cm a menos no entre-eixos. Seu porta-malas é de 336 litros, um pouco maior que os 320 litros do Sandero. A Nissan manteve as mesmas medidas no Kwid indiano na nacionalização para nosso mercado, o que provavelmente será feito com o Magnite.

Externamente, o Nissan Magnite tem linhas musculosas, que disfarçam um pouco a silhueta de um subcompacto. As linhas são bem semelhantes às do Kicks, apesar dos faróis estreitos com LEDs em formato de “L” no para-choque. Na traseira, as lanternas seguem a mesma assinatura visual do irmão maior.

Se as versões do mercado indiano se mantiverem, serão quatro: XE, XL, XV e XV Premium. Como itens de série, sensor de estacionamento, ar-condicionado, computador de bordo e direção elétrica. Para as versões intermediárias, assistente de partida em rampas, controle de estabilidade e tração, câmera 360°, chave presencial, monitoramento de pressão dos pneus e central multimídia de 8 polegadas com pareamento para Android Auto e Apple CarPlay com Google Maps, WhatsApp e Spotify.

Por lá, são 2 opções de motorização, sendo o motor 1.0 de 70Cv e câmbio manual e o 1.0 turbo de 3 cilindros de 100cv de potência com câmbio manual ou automático CVT de 5 velocidades. Para a nacionalização do modelo, o conjunto mecânico ainda está indefinido. Entre as opções já disponíveis por aqui, pode ser que o motor 1.0 SCe aspirado do Renault Kwid, com 75 cv de potência e 9,8 kgfm de torque seja o escolhido. Além dele, outra opção seria o motor 1.0 SCe usado no Sandero, com 82 cv de potência e 10,5 kgfm de torque. Para as versões topo de linha, o Nissan Magnite poderá usar o motor 1.6 da família Sandero e Logan, com 118 cv de potência e 16 kgfm de torque.

Deixe uma resposta