Ford Mustang 1968 Corruptt
Ford Mustang 1968 Corruptt

O Mustang 1968 Corruptt é obra da American Legends de Phoenix Arizona, com a intenção de ser levado ao SEMA Show 2018. Tony Armes dono do carro desde 2004declarou: “Eu queria algo tão vibrante. Não podia ser um motor Coyote ou qualquer coisa comum. Eu queria um motor que atingisse nove mil no tacômetro e realmente gritasse”

 Tudo começou com a ideia de misturar a carroceria do Ford Mustang 1969 a um motor V8 de 4,3 litros e 483cv de potência de Ferrari F430. Como se não bastasse, o motor tem uma configuração bi-turbo dos motores Nelson Racing. O coletor de admissão veio de uma Ferrari Califórnia, já que a peça original da F430 não se encaixava no motor em posição central. A potência estimada é de 700cv.

Modificações adicionais incluem o corpo sendo uma peça única. “As únicas peças que saem são as portas, capô e porta-malas”, disse Tony. “Todo o resto é soldado junto para aquela vibração monocoque europeia.” Além disso, a transmissão é uma Tremec T56 de seis velocidades com trocas sequencias e suspensão a ar RideTech Shockwave, acompanhada de rodas AvanteGarde F461 calçadas em pneus Toyo R888 e com freios Wilwood de 14 polegadas.

Esteticamente, o Mustang 1968 Corruptt tem teto rebaixado em 2,5 polegadas, escape lateral e para-choques remodelados. No interior, muitas peças foram impressas em 3D e embrulhadas em fibra de carbono para um visual de corrida.

Mas uma coisa é certa, mesmo sendo o SEMA o palco ideal para criações radicais e excêntricas, podemos garantir que este Corruptt se destacou frente à concorrência!

Ouça o motor sendo ligado pela primeira vez, na montagem do projeto:

2 COMMENTS

Deixe uma resposta