Stellantis é a maior da América do Sul em 2021

O Grupo Stellantis acaba de completar um ano de existência e tem muito a comemorar. O grupo nasceu da fusão da FCA com PSA em janeiro de 2021 e se tornou a maior montadora da América do Sul e a quarta maior do mundo. Foram 811.600 veículos vendidos em 2021, o que representa 22,9% dos 3,5 milhões de veículos vendidos na América do Sul. A marca do grupo que representa a maior fatia desse volume é a Fiat, com 493.000 veículos.

No Brasil, a Stellantis é líder do mercado com 635.500 veículos vendidos em 2021, o que representa 32% do mercado nacional. Por aqui, só a Fiat representa 22% do mercado nacional. Além disso, dos 10 veículos mais vendidos no Brasil, 6 deles são do Grupo Stellantis, com a Fiat Strada liderando as vendas. É a primeira vez que uma picape tem esse desempenho na história do mercado brasileiro.

Outro exemplo de sucesso em vendas é a Jeep, que fechou 2021 com 148.700 veículos vendidos, o que lhe deu a sexta colocação no ranking nacional com 7,5% de participação. Apesar de percentualmente ter pouca expressão, a Peugeot mais do que dobrou a sua venda, batendo nas 29.400 unidades e 1,5% de participação. Já a Citroën cresceu 73% sobre 2020, com seus 23.300 veículos vendidos.

Antonio Filosa, presidente da Stellantis na América Latina, pondera sobre o desempenho de Peugeot, Citroën e Ram: “Elas ainda estão muito abaixo do que podem e representam uma alavanca de crescimento”. Ele acredita que o Citroën C3 fabricado em Porto Real, RJ, ainda neste primeiro quadrimestre de 2022, possa aumentar ainda mais a importância do grupo

A Argentina tem papel importante nesse desempenho, com 103.000 veículos vendidos, o que representa 29,1% do mercado, com o Fiat Cronos sendo o mais vendido com suas 37.500 vendas.

1 comentário em “Stellantis é a maior da América do Sul em 2021”

  1. Pingback: SUV Citroën C5 Aircross renovado pode vir para o Brasil - G4 Carros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.