Os SUVs compactos mais valorizados em 2021

Foto: Revista Caroo
Foto: Revista Carro

Uma pesquisa com dados da Mobiauto mostrou quais foram os SUVs compactos que mais se valorizaram em 2021. Os dados levam em conta os preços de cada versão dos modelos nos meses de janeiro e de dezembro de 2021 e contou apenas com unidades seminovas de ano 2021.

De acordo com o levantamento, a média de valorização do segmento que hoje corresponde a mais de 25% do mercado total, foi de 21,69%. Vale lembrar que SUVs como um todo representaram 42,9% do mercado em 2021

Cinco versões de SUVs compactos que mais valorizaram em 2021:

T-Cross 1.0 200 TSI Sense (Aut) (Flex) (PCD): 47,73%

Renault Captur Life 1.6 CVT (Flex) (PCD): 38,51%

Jeep Renegade 1.8 (PCD): 37,20%

Citroën C4 Cactus 1.6 Feel Business (PCD): 35,27%

Ford EcoSport SE Direct (PCD): 33,11%

Um dado importante que a pesquisa levantou é que os cinco SUVs compactos que mais valorizaram no período de 12 meses em 2021 eram todos em versões destinadas ao público PCD, que ficou sem opções no ano passado devido a mudanças na lei.

Por modelo, o VW T-Cross foi o que mais valorizou, seguido do Chevrolet Tracker e do Honda WR-V. O que menos valorizou de acordo com a pesquisa foi o Peugeot 2008 com 12,78%, ficando atrás até do EcoSport com 14,08% de alta, apesar de ter sido descontinuado

Cinco modelos de SUVs compactos que mais valorizaram em 2021:

VW T-Cross: 28,41%

Chevrolet Tracker: 24,73%

Honda WR-V: 24,43%

Jeep Renegade: 24,32%

Nissan Kicks: 23,17%

No ano passado, os SUVs representavam 29,5% do mercado de automóveis de passeio, um pouco atrás da categoria classificada pela Fenabrave de “hatches pequenos” (Onix, HB20, Argo), que tinha 31,47%. No acumulado das vendas do primeiro semestre de 2021, os SUVs subiram para 39,36%, ultrapassando com folga os hatches, que caíram para 23,56%. Mesmo somando a categoria seguinte, classificada como “carros de entrada” (Gol, Mobi, Kwid), que representa 15,41% das vendas, os SUVs ainda ficariam à frente.

Nesse post: Carro elétrico – O lado ruim que ninguém conta

FONTE UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.