Volkswagen XL1
Volkswagen XL1

O Volkswagen XL1 teve seu primeiro esboço, o conceito 1-Litre apresentado em 2002 durante a conferência anual da Volkswagen. O então presidente do grupo, Ferdinand Piëch, explicou que o objetivo do projeto era um carro que rodasse 100km com apenas 1 litro de combustível. Uma versão do VW XL1 apareceu em 2011 no Salão do Qatar, mas sofreu várias modificação até começar a ser vendido em 2013.

Para alcançar o objetivo de consumo de combustível extremamente baixo, o carro foi esculpido em carroceria cupê, largo na frente e estreito na parte traseira, em formato de gota e com excelente coeficiente aerodinâmico de 0,186. Além disso, os retrovisores foram substituídos por câmeras e as rodas traseiras são cobertas. Na parte interna o carro compartilha o painel de instrumentos, a parte central do volante e a tela multimídia (Maps & More) com a Up!.

Priorizando materiais leves, usava fibra de carbono na carroceria, magnésio nas rodas, alumínio na suspensão e carbono-cerâmica nos freios. Esses matérias garantiram o peso total de apenas 795kg. As medidas são 3,97m de comprimento (quase o mesmo de um Gol), 1,68m de largura (apenas 4cm maior do que o Up!) e a baixa altura de 1,18m, a mesma do SP2.

O motor tem apenas 800 cilindradas, 2 cilindros, turbo diesel de 48cv e trabalha em conjunto com um motor elétrico de 27cv. O modo 100% elétrico está disponível para rodar por até 35km com velocidade máxima de 80km/h. Só a partir daí é que o motor a diesel entra em funcionamento. O motor a diesel trabalha em conjunto com o câmbio DSG de dupla embreagem e 7 velocidades. O resultado do sistema motriz eficiente, baixo peso e bom coeficiente aerodinâmico foi melhor do que o prometido, e o Volkswagen XL1 Chegou a 111km com apenas 1 litro de diesel.

A produção iniciou em 2013 e durou até o final de 2014, com apenas 250 unidades VW XL1, dos quais 200 deles foram vendidos a pessoas selecionadas pela marca. O preço alto de €111,000 (quase R$ 500 mil hoje) faz dele um dos carros mais caros da Volkswagen já vendidos na Europa. O carro foi um dos cinco finalistas do World Car of the Year 2014.

Siga-nos no Facebook e Instagram para ficar por dentro das novidades do mundo automotivo.

Deixe uma resposta